Marketplaces são plataformas voltadas para empreendedores que buscam iniciar ou diversificar seus canais de venda. Essas plataformas possuem vantagens e desvantagens, analisar atentamente uma solução poderá trazer resultados positivos para suas vendas. Neste artigo vamos explorar mais características e detalhes de algumas dessas plataformas, afinal, hoje existem várias plataformas de Marketplaces disponíveis, qual você deve escolher?

O que é Marketplace?

O modelo Marketplace é uma, dentre tantas ferramentas, para comprar ou vender produtos e serviços de forma online. Igualmente, entrega facilidade e segurança nas duas pontas da relação: vendedores e compradores.

Neste artigo, vamos falar como essa solução de comércio eletrônico pode auxiliar o modelo de vendas.

Seja para quem está começando a vender na internet, quanto para empresas que buscam mais canais de divulgação, um Marketplace pode ser uma boa escolha.

Como um Marketplace funciona?

Você já comprou on-line? Provavelmente sua resposta será sim.

Grandes marcas possuem suas lojas virtuais com promoções atraentes. Você recebe códigos de desconto diretamente em seu e-mail, a vontade de acessar o site e validar o cupom é quase automática.

Esse modelo de comércio eletrônico é bem conhecido, é a famosa Loja Virtual. Geralmente de uma marca famosa, com público fiel, além disso, o uso de campanhas de marketing constantes.

O Marketplace é diferente.

Marketplace on-line é uma plataforma colaborativa, vale o exemplo de imaginar um grande shopping virtual.

São várias lojas, dentro de um mesmo ambiente virtual, um mesmo endereço.

Marketplace é basicamente um shopping center
Varias lojas, um grande espaço, muitos visitantes… pode ser um Shopping Center ou um Marketplace digital!

O processo de vendas, dentro do Marketplace fica sob responsabilidade do organizador, o dono desse grande shopping.

Ele disponibilizará aos usuários toda a estrutura operacional para o funcionamento das vendas digitais.

Essa estrutura inclui as ferramentas de:

  • Atendimento ao cliente;
  • Formas de pagamento;
  • Cálculos de frete integrados;
  • Sistema de cadastro de produtos.

Tudo para facilitar a vida tanto do vendedor, quanto do comprador.

Em troca, esse dono do shopping, recebe o retorno financeiro de diversas formas.

As mais comuns, são a cobrança de uma mensalidade por uso de sua plataforma ou uma porcentagem sobre as vendas do anunciante.

Quem vende em Marketplace?

Receber uma estrutura pronta e contar com suporte para uso é o sonho para quem está começando a empreender com vendas na internet.

Muitos micro empreendedores individuais (MEI) começam a ofertar seus produtos ou serviços por meio destas soluções.

marketplace digital
Marketplaces são plataformas ideais para iniciar suas vendas na internet

Sobretudo, o Marketplace é uma excelente alternativa para empresas sem experiência no modelo de venda online.

Para realizar vendas em ambiente virtual, os quesitos segurança, ambiente operacional, integrações com forma de pagamento, logística de entrega, emissão de nota fiscal, são obrigatórios e podem gerar um elevado investimento inicial.

Dessa forma, contar contar com a facilidade do Marketplace, traz a tranquilidade operacional junto a um orçamento enxuto.

Assim, você poderá investir em seu ser estoque de produtos, lançar uma campanha em redes sociais ou até mesmo uma renovar a identidade visual de sua empresa.

Qual Marketplace escolher?

Atualmente existem diversas plataformas no ramo de Marketplace online, variando com o tipo de sistema a ser entregue e a forma de cobrança para seu uso.

Levando em consideração que seu objetivo é vender para um cliente que seja pessoa física, você entra no famoso modelo B2C – Bussines-to-Consumers, neste caso a negociação eletrônica será entre a sua empresa para um consumidor final.

Sendo assim, definir qual será a solução que atenderá seu negócio requer pesquisa de mercado e planejamento. É importante conhecer seu público-alvo, ou sendo mais objetivo sua persona, para que a sua divulgação seja certeira.

Para o Grande público

No modelo de negócios B2C a variedade de soluções é imensa, aqui no Brasil o maior exemplo é o Mercado Livre, que recebe milhares de visitantes diários e funciona como um enorme shopping digital.

marketplace para o grande público
Uma multidão acessa diariamente grandes plataformas de Marketplaces.

Na América Latina, o conglomerado B2W é formado pelas marcas Americanas.com, Shoptime e Submarino movimentando um grande volume de acessos e vendas mensalmente.

Em nível internacional, a maior referências é a Amazon, o Alibaba é outro exemplo para que seus produtos produzidos aqui no Brasil sejam comercializados globalmente.

Os exemplos citados acima, são grandes estruturas de comércio eletrônico, com muitas visitas diárias e de perfis variados de clientes.

São ambientes virtuais de alta concorrência, mas, possuem a vantagem de receber um enorme tráfego de visitantes, além disso, possuem aplicativos para dispositivos móveis, facilitando a vida de vendedores e compradores.

A desvantagem de grandes estruturas de marketplaces citados acima é justamente a ampla concorrência e a falta de personalização de sua loja.

Outro ponto negativo se refere justamente a quantidade de visitas: atender perfis variados de clientes gera dificuldades em criar uma estratégia de marketing.

Vender requer conhecer melhor seu cliente, para assim criar conteúdo que impulsione as suas vendas.

Para um público específico

Supondo que seu modelo de comercio eletrônico seja para um público específico, um nicho, existem no mercado opções mais focadas em segmentos para sua categoria de produtos.

A grande vantagem destes modelos é contar com uma segmentação de público, facilitando assim suas estratégias de marketing para divulgação e produção de conteúdo para vendas.

Enjoei

O Enjoei é um dos maiores marketplaces do segmento de moda no Brasil.

Ele iniciou como um blog de vendas de roupas usadas. Hoje, a plataforma comercializa marcas reconhecidas no mercado, como Ralph Lauren, Gap, Zara, Farm.

Além de uma série de lojas menores, que seguem na estratégia de consumo de moda consciente.

As peças usadas ainda representam uma grande parcela das buscas dos visitantes.

O público do Enjoei é jovem e atento ao fluxo da moda. O marketplace aposta em estratégias de marketing e vendas voltadas para esse grupo mais seleto.

Atualmente, o Enjoei tem um leque maior de produtos comercializados e conta com um aplicativo para consumidores e vendedores.

Para saber mais sobre o Enjoei esse artigo do Ecommerce na prática.

Elo7

Focado no comércio de produtos criativos, sobretudo artesanais. A plataforma já acumula 80 mil lojistas parceiros e conta com um portfólio de 3,5 milhões de produtos.

Dentro do Elo7, muitos artesãos oferecem a opção de criar um produto personalizado, aumentando assim o interesse de clientes que buscam exclusividade.

A forma de venda da Elo7 é bem intuitiva, basta seguir as informações no site oficial para cadastro de vendedores.

Dafiti

Para um segmento de moda, mais amplo, tanto para produtos quanto para o público, a Dafiti também é uma ótima escolha para visibilidade de marca.

A principal vantagem é a ampla categorização para comercializar diversos produtos, além dos habituais itens de moda para vestuário, entram aqui categorias de produtos de beleza e diversos acessórios.

Ideal para quem busca ampliar os canais de venda, visando todos os gêneros, a Dafiti é uma ótima opção.

Estante Virtual

Aos pequenos e médios vendedores de livros, a Estante Virtual se encaixa perfeitamente.

Recém adquirido a Magazine Luiza, plataforma de marketplace de livros novos e usados que pertencia à Livraria Cultura desde 2017.

Segundo a nota de aquisição emitida pelo Magazine Luiza, o Estante Virtual reúne mais de seis mil vendedores que venderam, em 2019, três milhões de livros para um milhão de clientes, movimentando mais de R$ 120 milhões.

Para vender no Estante Virtual é necessário preencher um pré-cadastro, passar por uma análise da equipe do Estante, você poderá cadastrar inicialmente um acervo de até 2 mil livros no plano inicial.

Boobam

Voltado para designers e artistas, a Boobam faz um processo de curadoria no cadastro inicial.

O objetivo da empresa é manter um padrão de qualidade e de apresentação para que todos os designers, já renomados ou ainda pouco conhecidos, se sintam confortáveis em ter os seus trabalhos expostos juntos.

Qualquer objeto com um toque artístico e que seja bem apresentada poderá ser vendida na Boobam, para conferir mais detalhes do processo de curadoria e venda, basta acessar o site da Boobam.

Redes Sociais

Redes como o Facebook, WhatsApp, Instagram, Twitter, YouTube e Pinterest possuem suas particularidades, tanta na forma de divulgação e engajamento, sendo vitais na estratégia de vendas e no alcance da sua marca.

A maioria dos Market Places oferece formas de integração com redes sociais.

No quesito das redes sociais, o Instagram tem se firmado como uma das formas de integração mais procuradas por empreendedores. Além disso, o feed de fotos do Instagram já pode ser considerado uma grande vitrine de produtos.

Neste cenário leve em consideração a mentalidade do seu cliente final, as formas de interação em redes sociais podem variar para cada tipo de persona.

Certifique-se previamente como funcionará a integração de suas redes sociais com o Marketplace de sua escolha.

Geralmente, uma pesquisa rápida usando o termo “integração” entre a rede social e Marketplace, retornará uma página de suporte com as devidas configurações para que a integração entre as plataformas funcione.

Vantagens e desvantagens

Para definir qual será o Marketplace escolhido para sua estratégia atual de vendas, vale revisar as vantagens e desvantagens de cada opção.

Cadastro de produtos e integração

Certifique-se quais as maneiras de cadastrar seus produtos.

Geralmente, as plataformas oferecem duas maneiras distintas de apresentar os produtos e serviços: inserindo as imagens manualmente ou utilizando ferramenta de automação que possibilite a integração do site da empresa com a plataforma, assim evitando que o empresário tenha que cadastrar produto a produto.

Para casos onde você já tem um site desenvolvido como uma loja virtual, sendo Woocomerce, Magento, PrestaShop, NuvemShop, fique atento nas opções da ferramenta de integração com o Marketplace de sua escolha.

Sistema de Pagamento

O sistema de pagamento, geralmente, é oferecido pelo próprio Marketplace.

Ele deve proporcionar ao cliente acesso às mais diversas formas de quitar as despesas realizadas no site.

Escolha a plataforma que ofereça mais formas de pagamento, sobretudo a forma de pagamento mais solicitada pelos seus clientes finais.

Além disso, certifique-se se há taxas diferenciadas para cada tipo de forma de pagamento.

A plataforma do Marketplace se responsabiliza em repassar a quantia da venda para você ou sua empresa, certifique-se quais são as formas de repassar essa quantia.

Revise todas as taxas de cobrança para e seu cliente final. Mapear todos seus custos é uma tarefa básica para manter seu lucro e suas contas em dia.

Frete

Certifique-se sobre as condições do frete, valores tabelados para cada região, opções de cupom de desconto para frete em casos de um combo de venda de produtos.

É muito importante checar quais as formas de envio do frete, ter mais de uma opção de transportadora para envio é ideal.

Tenha em mãos também uma estimativa das dimensões de seu produto para envio, peso e tamanho são cruciais para se conseguir boas condições de envio, veja qual plataforma de marketplace tratará melhor o envio de seu produto.

Cuide bem da valorização do seu produto

Revisamos as informações e detalhes sobre as plataformas de Marketplace, entretanto não adianta ser detalhista só na escolha da ferramenta que realizará as vendas, é preciso ser detalhista na valorização do seu produto!

Imagem do produto

Selecione imagens em boa resolução, com fundo branco preferencialmente.

Apresentar fotografias em diferentes posições, se possível, contrate um modelo para usar/vestir seu produto, dessa forma você terá mais chances de se destacar no marketplace online.

Pense em Ajudar seu cliente final a conhecer melhor seu produto, antes mesmo de realizar a compra.

Palavra-chave

Plataformas de marketplace disponibilizam aos clientes finais ferramentas de busca para auxiliar na localização do produto e serviço que desejam adquirir.

Busque palavras chaves com o auxílio de ferramentas como o Google Trends para checar os termos em alta que se relacionam com seus produtos.

Descrição detalhada do produto

Descrever o produto de forma detalhada e objetiva é uma forma de transmitir segurança ao cliente, auxiliando no momento da decisão.

Além disso, se preocupe em apresentar descrições técnicas sobre o produto, informações sobre:

  • Garantia;
  • Dimensões;
  • Cores disponíveis;
  • Voltagens;
  • Peso;

Além disso, é fundamental descrever os benefícios que o produto proporcionará ao cliente, ter um ambiente com avaliações de outros compradores é um recurso decisor para novas vendas.

Vídeo

Utilizar vídeos, apresentando o produto e sua forma de uso, atrairá a atenção dos consumidores indecisos.

Pense no vídeo sendo uma junção de todas as características de seu produto para a exibição ao cliente final.

Sobretudo,  o recurso de vídeo será útil para exibir formas de utilização e manutenção do seu produto.

Resposta imediata

As plataformas de Marketplace, geralmente, permitem que o cliente final envie dúvidas para o vendedor.

Fique atento. Afinal, responder às perguntas o mais rápido possível gera uma boa reputação em relação ao atendimento. Além disso, uma boa resposta faz a a diferença para a decisão do comprador.

Responder com informações adicionais sobre o produto também é importante no marketing das redes sociais.

Lembre-se que a maioria dos clientes leva em consideração o atendimento para a realização de compras.

Dicas de ouro

A divulgação no Marketplace online requer todo um preparo, justamente por dividir espaço com diversos concorrentes dentro de um mesmo ambiente virtual e, em muitos casos, vendendo produtos similares ou iguais.

Nesse sentido, é fundamental buscar meios de se destacar dentro da plataforma, o seu atendimento sempre será seu maior diferencial inicial.

Utilizar a estrutura de um Marketplace para incrementar suas vendas, sobretudo ganhar experiência no comércio eletrônico, uma vez que seu investimento é bem menor quando comparado a soluções de Lojas Virtuais.

As plataformas de Marketplace oferecem soluções rápidas para a comercialização do seu produto, entretanto, você estará divulgando em um local com muitos outros concorrentes.

Nesse sentido, produzir conteúdo em suas redes sociais, usar chamadas de ação que possam redirecionar seu cliente são uma ótima estratégia.

Para otimizar o redirecionamento as suas lojas, por meio de seu blog, site ou rede social, crie um subdomínio.

Subdomínios são ramificações no seu domínio principal para diferentes seções em seu website.

Quando essa função é utilizada, ela serve para facilitar a manutenção do domínio, identificando facilmente os serviços disponibilizados a quem vá acessar o domínio no caso, seus clientes finais.

Se a sua marca já tem um domínio registrado, você poderá criar seu site principal sendo acessado pelo endereço suamarca.com.br, você poderá informar e divulgar mais sobre seus produtos e serviços.

Com o incremento do subdomínio, você poderá redirecionar seu visitante para sua loja, com o subdomínio loja.suamarca.com.br esse endereço levará seu visitante a sua página do marketplace criada por você.

Em nossos planos, este serviço de criação de subdomínios é ilimitado, se seu plano já está ativado basta seguir esse tutorial para criar e configurar seus subdomínios.

Se você ainda não tem um plano com a DialHost, é o momento de você conhecer nossas soluções, estamos aqui para te hospedar no mundo.

Compartilhe:

Sobre o autor:

Sobre o autor:

Posts Relacionados:

Loja Virtual para iniciantes

Encontrar a melhor plataforma para construir sua primeira Loja Virtual é uma tarefa que exige uma pesquisa sobre soluções. Nesse artigo você confere soluções de baixo valor de investimento e facilidade de configuração.

Super Suporte DialHost

Super Suporte da DialHost

Empresas já perceberam a importância da área de Suporte e estão investindo fortemente no fortalecimento e qualificação de suas operações. Esse é o caso da DialHost.
Prestar o suporte ao cliente empreendedor é vital para construção de parcerias de sucesso.
Nesse artigo vamos estudar a importância sobre suporte e seus canais de atendimento, sobretudo para clientes empreendedores.

serviço cloud

Hospedagem Cloud

Hospedagem Cloud abriga ideias que são sucesso na internet. Com o aumento de visitas em sites e mais usuários cadastrados, é natural ver empresas migrarem seu conteúdo para um Servidor Cloud.
Nesse artigo vamos entender mais sobre os recursos da famosa Nuvem.

Novidades do Blog

Deixe seu e-mail abaixo para passar a receber promoções e novidades do nosso Blog.